Prezados Jogadores,


I - Dos fatos

1. No dia 07/05/19, recebemos uma denúncia, através da Central de Suporte Online, sobre o uso de suposta ferramenta hacker para fins de execução de múltiplas instâncias, simultaneamente, da aplicação do Jogo Priston Tale.

2. De acordo com a mesma denúncia, o jogador denunciado teria registrado o uso da referida ferramenta ilícita durante a realização de uma sessão de Live Streaming na plataforma de vídeo do YouTube no dia 06/05/19.

3. Após recebermos a denúncia, aparentemente, o jogador denunciado apagou o vídeo do seu canal no YouTube. Mas, outros jogadores enviaram vídeos e imagens, capturados a partir do vídeo original da sessão de Live Streaming realizada, conforme os links abaixo:
https://www.youtube.com/watch?v=k02DwXNi7cA&t=34s
https://www.youtube.com/watch?v=u4f2n_VWNns

4. No dia 07/05/19, também, o jogador denunciado apresentou a sua defesa administrativa, alegando que utilizou o software V5, de origem chinesa, para conseguir executar mais de uma instância, simultaneamente, da aplicação do Jogo Priston Tale, comparando o seu funcionamento com os demais softwares de criação de máquinas virtuais.

5. O software V5, de acordo com a sua descrição no website, consiste em “programa multi-opener; é um programa muito prático multi-abertura de software, através do qual ele pode abrir mais software que só pode executar um processo, conveniente e compacto” (traduzido do chinês pelo Tradutor do Google), conforme transcrição do website ITMOP, que oferece conteúdo similar ao popular website brasileiro Baixaki:
http://www.itmop.com/downinfo/71459.html

6. Apurados os fatos e considerando a sua relevância para a comunidade de jogadores do Priston Tale, a denúncia foi analisada e julgada pelo órgão coletivo do Conselho de Game Masters, que decidiu pela advertência do jogador denunciado quanto ao uso de ferramenta desconhecida, cujo funcionamento e origem não é notoriamente reconhecida pelos usuários no mercado brasileiro e por realizar a injeção de DLL, que pode representar, ou não, a execução de código malicioso (malware) e adulterar o funcionamento regular da aplicação do Jogo Priston Tale. Entretanto, não tendo sido constatado a intenção pelo jogador denunciado nem a efetiva obtenção de qualquer vantagem ilícita ingame, o Conselho de Game Masters deliberou pela não aplicação de penalidade disciplinar de Alerta, por não verificar a prática de conduta reprovável no caso.

7. Nesse sentido, todas as denúncias enviadas através da Central de Suporte Online foram devidas respondidas pelos Operadores, assim como as mensagens enviadas através da plataforma do Discord foram esclarecidas pelos Game Masters Moderadores.

8. Da mesma forma, o tópico aberto sobre o mesmo assunto no Fórum foi moderado e encerrado pelos Game Masters Moderadores:
http://forum.priston.com.br/forum/guia-do-pristoniano/diário-de-batalha/20644-solicitação-de-esclarecimento-zenit-games

9. Outro tópico, sobre o mesmo assunto, foi criado no Fórum e continua pendente de moderação:
http://forum.priston.com.br/forum/guia-do-pristoniano/diário-de-batalha/20779-impunidade-transparência-zenit-games

10. Este é o breve relatório dos fatos.


II – Sobre a ilicitude da injeção de DLL

11. De acordo com Alexey Lyashko, especialista em engenharia reversa e consultor em antipirataria na Irdeto USA, no seu artigo Como fazer a injeção de código executável de uma maneira interessante, “injeção de código executável: em geral, este termo está associado com uma intenção maliciosa. Em muitos casos é verdade, mas em outros não. Por ser pesquisador de malware durante a maior parte da minha carreira, posso garantir que esta técnica parece ser muito útil quando se pesquisa software malicioso, pois permite (na maioria dos casos) vencer a sua proteção e reunir grande parte das informações necessárias. Apesar de não ser recomendado usar essa abordagem, às vezes é simplesmente inevitável”.

12. Assim, a injeção de DLL nem sempre significa que o software utilizado para esse fim é um malware.

13. O que caracteriza um malware para o Jogo Priston Tale é o software que injeta DLL para obtenção de vantagem ilícita ingame.

14. Há outros softwares no mercado brasileiro, principalmente, os utilizados para capturar as imagens e produzir vídeos do ambiente ingame, que se utilizam do recurso técnico de injeção de DLL para esse fim.

15. Assim, por exemplo, os softwares populares Fraps, Bandicam e OBS Studio.

16. Inicialmente, a injeção de DLL realizada por esses softwares era detectada e barrada pela ferramenta anti-hacking ZForce da Zenit Games. Mas, após verificarmos que se tratavam de softwares reconhecidos pelos usuários brasileiros e de origem confiável, passamos a permitir o seu uso pelos jogadores.

17. No caso do software V5, a verificação de reconhecimento público dos usuários e a confiabilidade de sua procedência é difícil de ser realizada, por se tratar de software de origem chinesa. Talvez, seja popular e confiável na percepção do mercado asiático, mas é de difícil verificação no território nacional.

18. Por isso, pela dificuldade de verificação dos requisitos de confiabilidade do software V5, decidimos por vedar o seu uso através da ferramenta anti-hacking ZForce.

19. Entretanto, a injeção de DLL realizada pelo software V5, isoladamente considerada, não pode ser considerada uma conduta reprovável praticada pelo jogador denunciado.


III – Sobre a ilicitude da utilização de softwares de terceiros, que possibilitam a execução simultânea de mais de uma instância do Jogo Priston Tale propriamente dita

20. Por motivos de segurança, tecnicamente, não é permitida a execução simultânea de mais de uma instância do Jogo Priston Tale em um mesmo computador.

21. Entretanto, é de conhecimento da Zenit Games que, por necessidades específicas, alguns usuários utilizam-se do recurso proporcionado por softwares de máquinas virtuais, seja para executar a aplicação do Jogo Priston Tale em sistemas operacionais diferentes do Microsoft Windows seja para executar, simultaneamente, mais de uma instância da aplicação num mesmo computador.

22. Em detrimento da restrição técnica imposta pela desenvolvedora, a Zenit Games, enquanto Publisher do Jogo Priston Tale no território brasileiro, não considera as funcionalidades desses softwares como a utilização de malwares nem de ferramentas ilícitas para a obtenção de vantagem indevida ingame.

23. Nesse sentido, já nos pronunciamos, recorrentemente, aos questionamentos dos jogadores nos diversos canais de comunicação oficiais do Priston Tale.

24. Assim, a utilização de softwares de máquinas virtuais, como a VMware e a VirtualBox, reconhecidas pelos usuários brasileiros e de procedência comprovadamente confiável, não é impedida pela ferramenta anti-hacking ZForce nem considerada como conduta reprovável pelo Regulamento dos Serviços do Jogo Priston Tale.

25. Todavia, considerando a restrição técnica imposta quanto a não permitir a execução simultânea de mais de uma instância da aplicação do Jogo Priston Tale em um mesmo computador, a Zenit Games não pode se responsabilizar pelo correto funcionamento dos Serviços do Jogo Priston Tale nesses ambientes virtualizados.

26. No caso do software V5, embora utilize-se do recurso de injeção de DLL (cf. item “II - Sobre a ilicitude da injeção de DLL” acima) para a execução de múltiplas instâncias simultâneas da aplicação do Jogo Priston Tale, à semelhança dos recursos oferecidos pelos softwares de máquinas virtuais, não foi possível comprovar o reconhecimento público nem a origem confiável da ferramenta no mercado brasileiro.

27. Nesse sentido, o jogador denunciado foi advertido através da Central de Suporte Online.


IV – Da inexistência de conduta reprovável praticada pelo jogador denunciado

28. O jogador denunciado não demonstrou a intenção de obter vantagem ilícita através da utilização de ferramentas hackers e restou por comprovado, na sua defesa apresentada e nos vídeos enviados nas denúncias, que objetivava apenas a execução de múltiplas instâncias simultâneas da aplicação do Jogo Priston Tale.

29. O Conselho de Game Masters não encontrou, nos logs (registros de todas as ações dos jogadores ingame), nenhum indício de obtenção de vantagem ilícita ingame pelo jogador denunciado.

30. Além disso, após a análise do software V5, utilizado pelo jogador denunciado, a equipe técnica da Zenit Games não detectou nenhuma outra funcionalidade além da descrita no website ITMOP, qual seja a de executar múltiplas instâncias de uma mesma aplicação, à semelhança do que proporcionam os softwares de máquinas virtuais.

31. Assim, considerando:
a) que não houve intenção e nem efetiva obtenção de vantagem ilícita ingame pelo jogador denunciado;
b) que não foi constatada, através da análise dos logs, nenhuma irregularidade na conduta do jogador denunciado;
c) que a injeção de DLL realizada pelo software V5 não configura ato ilícito; e
d) que a utilização de softwares exclusivos para a execução de múltiplas instâncias da aplicação do Jogo Priston Tale não é considerada como conduta reprovável pelo Regulamento dos Serviços do Jogo Priston Tale, apesar da Zenit Games não garantir o correto funcionamento dos Serviços em ambientes virtualizados;

o Conselho de Game Masters deliberou:
a) pela advertência do jogador denunciado pelo uso da ferramenta V5, através da Central de Suporte Online, por se tratar de software que injeta DLL e não pode ter a confiabilidade de sua origem comprovada no mercado brasileiro;
b) a utilização do software V5 será bloqueada através da ferramenta anti-hacking ZForce por motivos de segurança;
c) pela não aplicação na penalidade disciplinar de Alerta ao jogador denunciado, tendo em vista que não ficou configurada a prática de conduta reprovável nem de obtenção de vantagem ilícita, através do uso de ferramenta hacker ou malware.

32. Em detrimento das manifestações de indignação de alguns membros da comunidade de jogadores do Priston Tale, comunicamos que a decisão do Conselho de Game Masters é soberana e deve prevalecer.


V – Da necessidade de regulamentação da funcionalidade de execução simultânea de múltiplas instâncias da aplicação do Jogo Priston Tale

33. Cientes da restrição da execução simultânea de múltiplas instâncias da aplicação do Jogo Priston Tale ter ganho vulto e relevância perante a comunidade de jogadores diante do presente incidente, a Zenit Games propôs a revisão do tema junto ao Conselho de Game Masters.

34. A nosso ver, a segurança dos Serviços do Jogo Priston Tale pode ser preservada, mesmo com a liberação dessa nova funcionalidade, que é reivindicada pela comunidade há algum tempo.

35. Em breve, comunicaremos nosso posicionamento final quanto à essa solicitação da comunidade.

36. É o que nos cabe esclarecer.


VI – Sobre o movimento de boicote à aquisição de créditos em Z$, deflagrado por alguns membros da comunidade de jogadores do Priston Tale

37. Hoje, dia 10/05/19, chegou a nosso conhecimento que existe um movimento de boicote à aquisição de créditos em Z$, proposto por alguns membros da comunidade de jogadores.

38. Com a ocorrência do incidente relacionado à esta Nota de Esclarecimento, aparentemente, os líderes do movimento aproveitaram-se para ganhar mais adesões ao boicote proposto.

39. Ocorre que, aparentemente, o movimento do referido boicote teve início em 01/05/19, sob a alegação genérica de má qualidade nos Serviços do Jogo Priston Tale prestados pela Zenit Games. Portanto, em data anterior ao incidente relacionado à esta Nota de Esclarecimento.

40. A Zenit Games sempre se dispõe a discutir sobre todos os assuntos demandados pela comunidade de jogadores e tem criado, cada vez mais, canais de comunicação para se aproximar e aprofundar o seu relacionamento com os seus clientes.

41. A Zenit Games acredita que é a vontade da comunidade de jogadores que deve nortear o desenvolvimento e melhoria dos Serviços do Jogo Priston Tale e tem defendido esses anseios dos jogadores junto à desenvolvedora Masangsoft.

42. Ante o exposto, sempre abertos a ouvir críticas e sugestões, apelamos para que os líderes do movimento de boicote à Zenit Games esclareçam-nos, através dos canais de comunicação oficiais do Priston Tale, pontualmente, quais são as suas reivindicações e insatisfações.

43. Colocamo-nos à disposição da comunidade para quaisquer outros esclarecimentos e estamos abertos ao diálogo para atender, sempre, às necessidades dos jogadores do Priston Tale.


Atenciosamente,


Zenit Games